Alvorada

Alvorada

A cena mais comovente de “Alvorada” não é com Dilma Rousseff. É com Marly Ponce Branco, apresentada pelo documentário como ex-assessora pessoal da Presidenta. No início da sequência, Marly aparece ao telefone, requisitando a alguém do staff que traga mais vinho. Ela prepara o que parece ser uma pequena recepção para Dilma, que está prestes a voltar daquela conhecida sessão em que se dignou a dar explicações aos encenadores surdos do Senado. A chegada de Dilma não é vista, mas ouvida da antessala em que Marly está. Ante ao bater das taças e aos aplausos, Marly é vista à distância, da mesma maneira como ela espiona a recepção que ajudou a preparar. Contagiada pelos brindes, Marli ergue uma taça própria e, segregada daquele encontro político, brinda com o ar. 

Texto completo na Pós-créditos.