• The Mangler

    The Mangler

    ★★★★★

    Nos anos 1990, Hooper realizou dois filmes essenciais de seu inventário. No primeiro, Combustão Espontânea (Spontaneous Combustion, 1990), o protagonista, Sam (Brad Dourif), sente em seu próprio corpo as consequências de seu tempo; as irrupções incendiárias que gradualmente o degeneram física e moralmente surgem como resultado das experiências com radiação que construíram seu mundo – a ação do filme se desenrola sobre o pano de fundo de uma realidade alternativa em que o uso indiscriminado de energia nuclear se tornou…

  • The Redneck Against the Devil

    The Redneck Against the Devil

    No cu do mundo, uma constatação: o mal do espírito. E dessa lucidez, caminham agricultores e adolescentes, o padre e a fé embebida em garrafas de vodca e conhaque. No gênero cinematográfico, transitam os ingredientes que palpitam o segredo do filme. Aqui, é numa outra conjugação: a morte escapa de seu tom extraordinário, para repelir todo o constrangimento humano, ao ordinário do cotidiano do bar. A martelada na cabeça no mesmo horizonte de uma suspeita. Como se toda a virtude…

  • Waiting for the Thin Man

    Waiting for the Thin Man

    OS PRINCÍPIOS DOS FILMES DO ASILO FEBRIL

    1. Lei de Dmytryk:
    - Proporção áurea do set: 80% de filmagem/direção de atores, 20% de trabalho preparatório (ajustes de equipamentos, maquiagem, figurino...).

    2. Lei de Ulmer:
    - Precariedade como austeridade.
    - Simplicidade inerente como recurso de estilo.
    - Nenhuma presença em tela ou no set de filmagem é substituível ou mero adorno.

    3. Lei de Morrissey - o primado dos atores:
    - Axiomatização. O ator como personagem, o personagem como ator.
    -…

  • Hardware

    Hardware

    ★★★★★

    Trago pro Letterboxd a divulgação do novo projeto do Asilão, o Debate Soberano, uma tentativa de resgatar as atividades do nosso cineclube neste triste momento que estamos vivendo.

    No quarto episódio, disponível no youtube, decidimos abordar a carreira do Richard Stanley, responsável não só por Hardware, uma marcante sessão nos primórdios do cineclube que uniu parte do nosso grupo, mas também por Color out of Space, seu retorno ao cinema comercial depois de décadas... Um filme que infelizmente passou batido pela cinefilia e que merece uma avaliação mais séria, especialmente no cenário desolador em que encontramos o cinema de terror.

  • An Afternoon at the Cinematheque

    An Afternoon at the Cinematheque

    A melhor das razões pra minha distância recente, dos filmes e dos textos que devo a eles, foi a necessidade de concluir e finalmente lançar alguns dos projetos que estamos realizamos há um longo tempo e que por diversos motivos não tiveram a chance que mereciam nas salas de cinema. UMA TARDE NA CINEMATECA, rodado em 2016, dirigido pelo meu grande amigo Cauby Monteiro, foi um desses projetos. Um set e um material que fez todos os envolvidos devidamente orgulhosos…

  • A nós dois, Babilônia!

    A nós dois, Babilônia!

    ★★★★

    Coisas de cabeceira. Edifícios, mapas e misteriosos registros guiam a flana arruaceira. Alguns vadios circulam a história, firmando o monumento. Rodagem livre e montagem arqueológica. São coisas antigas que iluminam e abrasam as modernas. Filme elementar, justo e econômico como poucos contemporâneos, que encontra grandes temas num escopo concentrado, resgatando a ordem do ordinário. Como os personagens, Savella busca e só encontra num longínquo passado o caminho para a realização do cinema que, ao redor, sufoca na ignorância.

    LINK PARA O FILME COMPLETO.

  • Roma Morte

    Roma Morte

    In ROMA MORTE, Savella travels to Italy. There, he discovers Rome, its landscapes and monuments. He remembers, among the ruins, where he came from and what motivated him to leave and return. ROMA MORTE is the last of the short films in the documentary project ANCE (Nationalist Asylum of Educational Cinefever), a completely unofficial production line inspired by the INCE (National Institute of Educational Cinema), which became a landmark in Brazilian experimental film: an official government institute created in 1936…

  • Bedside Things, Curitiba

    Bedside Things, Curitiba

    ★★★

    Na calada duma eterna tarde em Curitiba, jovens anônimos de terra estranha flanam entre os homens e os animais, pelas ruas, praças, prédios e parques, tentando encontrar e entender o feitiço regendo os outros, que parecem viver no encanto duma fantasia criada por uma das personagens, um agente duplo transitando na cidade e simultaneamente longe dela. Pois há espiões, sem voz, buscando nos rastros dos estranhos, um com os olhos e outro com as mãos, um sentido e um caminho…

  • Joker

    Joker

    PALHAÇOS TRISTES 100% CONTRA O SISTEMA

  • The Expendables

    The Expendables

    ★★★★★

    MACACOS PARA O SLY

    Apesar de um início brilhante e mesmo com promessas revolucionárias na forma de filmes como Wolfram, a Saliva do Lobo, Os Mercenários e Filme Socialismo, a produção cinematográfica da última década em seu conjunto se encerra num estado lamentável no mundo todo. O cinema comercial suprimido em meio a trustes corporativos e campanhas publicitárias, os festivais foram dominados pelos modismos contemporâneos e pela corrupção de críticos e curadores; por fim, no cinema de gênero, a alienação…

  • Djinn

    Djinn

    ★★★★★

    I watched two revolutionary films from this decade: WOLFRAM and DJINN. Tobe Hooper was an old man and his last, most radical film was sabotaged, kidnapped, buried... And nobody cares.

    This was an unpretentious message to a friend. One who cares.

    DJINN is an infinite source of inspiration in these somber days and I will stay talking, writing, keeping notes about it for as long as I can.

    Like INVADERS FROM MARS, it's the nightmare of being awake, conforming to…

  • 3 from Hell

    3 from Hell

    Depois dos 1000 CORPOS, Rob Zombie empilhou um fracasso em cima do outro, excetuando talvez o primeiro HALLOWEEN, que inconformado à ideia de franquia logo foi retomado por outras mãos. O próprio diretor disse que o orçamento do blockbuster era mentiroso e que os recursos diminuíram filme a filme, que o modo de produção dos Weinstein, da Lionsgate, da Universal era absolutamente ilógico, antieconômico e que nunca pode ser folgado como foi no seu filme de estreia, que demorou três…