Bacurau ½

Nordestexploitation pachequista pseudo-oswaldiano de quinta série. O Kleber cita o John Carpenter até na escolinha, mas acho que ele faltou nessa aula. Boa construção da comunidade, reapropriação interessante de uma imagem histórica envolvendo o cangaço, e só; a partir do momento em que os americanos entram no filme e a trama maniqueísta infantilmente "politizada" se revela, é de uma porquice que alterna entre a preguiça (com destaque pra sequência "climática" completamente broxa) e a incompetência (em especial os atores estrangeiros, absolutamente horríveis, sem exceção, sem nenhuma chance de salvar os diálogos imbecis). Se vende como peça de resistência mas o único desejo visível aqui é reivindicar um direito aos mesmos podres que pensa estar acusando - morais e cinematográficos. Bacurau quer ser o nosso They Live com pitadas de Assault on Precinct 13 mas é só um coronguinha.

eb liked these reviews

All