• The House

    The House

    ★★★½

    Todo feito de bonequinho, parece galã hetero: no início parece bonitinho até se revelar terrível e agonizante. Três histórias pra te fazer dormir mal na própria casa.

  • Scream

    Scream

    ★★★★

    Pouco terror, muito susto, bons personagens burros e boas facadas. O jovem se ferrando por ser jovem. Fica melhor se já viu os antigos.

  • Eternals

    Eternals

    ★★★

    Uma mistura de Mutantes e novela Bíblica da Record. Muito bonito, bom pra dormir no início, acordar no final e ainda entender tudo.

  • Don't Look Up

    Don't Look Up

    ★★★

    Uma grande crítica aos americanos bilionários feita por americanos bilionários. Dá vontade de rir até você chorar lembrando que é verdade. A seleção de atores parece o time All Stars do Winning Eleven.

  • Spider-Man: No Way Home

    Spider-Man: No Way Home

    ★★★

    Esse filme me parece mais uma crítica a cultura dos spoilers já que geral foi ver esperando que os spoilers fossem verdade. Faria os 3, fácil. Um bom filme de hominho pra crianças de até uns 30 anos.

  • The Matrix Resurrections

    The Matrix Resurrections

    ★★★★

    Não-binariedade, metalinguagem e um pedido de desculpas. Se você busca filosofia industrializada ou um filme de tiro, talvez o problema seja você. Não recomendado pra pessoas CIS.

  • Encanto

    Encanto

    ★★★

    Não entendi o problema nem a resolução, tem excesso de música, mas no final aplacou minha ansiedade feito um criança com um iPad

  • Hostel

    Hostel

    ★½

    Um terço do filme é um Cine Band Privé, outro terço é violência de baixa qualidade e o terço final parece um filme de ação de TCC.