Days of Heaven

Days of Heaven ★★★★½

There was never a perfect person around. You just have half-angel and half-devil in you.

Acho fascinante como o Malick filma tudo como se estivesse, de fato, filmando a vida no paraíso, mas sem nunca abandonar um tom de melancolia desnorteante que não nos deixa esquecer que, no fundo de toda aquela beleza, existe um inferno. O destino daqueles personagens nos lembra que, por mais atraente que possa parecer a ideia de pôr o desejo humano livre e descomedido como motivação das ações, no fim essa liberdade que o ser humano encontra em si próprio é na verdade uma prisão; as consequências e a culpa sempre chegam ao homem, como os gafanhotos chegam às fartas plantações no verão. Um baita filme

Block or Report