Israel Matos

Israel Matos

Brazilian film lover :)

Todos os filmes vistos e/ou revistos a partir de 01/01/2013! 🎬😁

Favorite films

Recent activity

All

Recent reviews

More
  • Judas and the Black Messiah

    Judas and the Black Messiah

    ★★★½

    Tem semelhanças positivas com “Infiltrado na Klan”, de Spike Lee, e atuações de destaque de Daniel Kaluuya e Lakeith Stanfield. Embora o filme não dose bem o tempo de tela dos dois personagens centrais a boa fluidez do seu primeiro ato alivia um pouco a barriga que vem a seguir e que antecede o final catártico. 

    É o famoso filme de atores que merecia um roteiro mais bem lapidado, mas se sustenta pela qualidade técnica e do elenco.

  • And They Say I Am the Crazy One

    And They Say I Am the Crazy One

    ★★★

    As comédias da Globo Filmes estão evoluindo. Se antes usavam e abusavam de fórmulas televisivas, hoje parecem buscar alguma identidade autoral e priorizam inclusive técnicas cinematográficas, que no modo pasteurizado de antes eram quase inexistentes. 

    Com uma deliciosa Débora Falabella e um roteiro que não busca o riso fácil, e tem como base o livro homônimo da excelente Tati Bernardi, o filme prioriza o texto e aborda temas como ansiedade, depressão, insegurança emocional entre outros de maneira leve e divertida. 

    Tome seu Rivotril e vá pro cinema.

Popular reviews

More
  • Central Station

    Central Station

    ★★★★★

    Vi de novo e chorei de soluçar.Definitivamente um dos filmes da minha vida.

    A carta de Dora para Josué:

    Josué,
    Faz muito tempo que eu não mando uma carta pra alguém, agora eu to mandando essa carta pra você.
    Você tem razão, seu pai ainda vai aparecer e, com certeza, ele é tudo aquilo que você diz que ele é.
    Eu lembro do meu pai me levando na locomotiva que ele dirigia. ele deixou eu, uma menininha, dar o apito…

  • Elis

    Elis

    ★½

    A Globo Filmes ao mesmo tempo em que faz bem ao cinema nacional faz um mal terrível. Filmes como essa biografia da inenarrável Elis Regina é a prova que o fator dinheiro prejudica muito o fator artístico.

    É questão de tempo para anunciarem, se já não anunciaram, uma minissérie com o material cortado do filme. Descaradamente vemos na tela, muitas cenas com fade out, típicos de transmissões televisivas, o famoso corte pros comerciais, e não estou aqui criticando a forma…