RSS feed for Matheus
  • Bacurau

    Bacurau

    This review may contain spoilers. I can handle the truth.

    Bacurau e A Vila. Duas comunidades resistindo ao estrangeiro com base em mistérios, segredos, tradições. Uma cena parece referência: as crianças disputando pra ver quem encara o escuro (no Shyamalan, era a floresta). Outra característica em comum: o extraordinário que se revela ordinário. A Vila era construído em cima disso, as cortinas subiam só nos últimos momentos. Já Bacurau transforma esse motivo em programa narrativo: não tem um elemento de estranhamento que permaneça assim por mais de dez minutos na…

  • Once Upon a Time... in Hollywood

    Once Upon a Time... in Hollywood

    ★★★★½

    Tem um elemento da poética do Tarantino que parece com o filme The Last Action Hero do John McTiernan: personagens de cinema caindo de paraquedas no mundo real. Eles saem da tela e vão comer hambúrguer, passear no shopping, andar de moto em Tokyo. Tem sempre um elemento de contraste, uma dissonância (um surrealismo, como diria Pierre Rissient). O caso, pra mim, mais bem acabado disso é o terço final de Death Proof: Tarantino filmando um live action do Coiote…

  • Two Lovers

    Two Lovers

    ★★★★★

    Leonard + Sandra Cohen = Leonard Cohen

  • Before Sunrise

    Before Sunrise

    ★★★★★

    “Quase tudo nos acontece por acaso, porém reagimos a ele a nosso modo, a partir de nossa própria contextura, e poder-se-ia dizer que escolhemos o acaso. Por casualidade encontramos as pessoas com as quais chegamos a ter uma relação autêntica: coincidimos na época, no lugar determinado, em uma ocupação qualquer, há porém um elemento de escolha que surge depois do encontro. Essa pessoa chega a ser única, não permutável, insubstituível; e então é a maior fonte de felicidade.

    É uma…

  • The Girl from Nowhere

    The Girl from Nowhere

    ★★★★½

    Consoada

    Quando a Indesejada das gentes chegar
    (Não sei se dura ou caroável),
    talvez eu tenha medo.
    Talvez sorria, ou diga:
    - Alô, iniludível!
    O meu dia foi bom, pode a noite descer.
    (A noite com os seus sortilégios.)
    Encontrará lavrado o campo, a casa limpa,
    A mesa posta,
    Com cada coisa em seu lugar.

    Manuel Bandeira

  • Saturday Night Fever
  • Brasil

    Brasil

    ★★★★★

    O que tínhamos ouvido era a essência de alguma coisa. O resultado final. Como os contos de Hemingway, depois de ele ter cortado todos os adjetivos; como a arquitetura de Mies van der Rohe, deixando de fora tudo quanto era superficial; como o piano de Glenn Gould, quando ele decidiu cantarolar enquanto tocava.

    — Às vezes eu acho que ele não é brasileiro coisa nenhuma, mas japonês — Toshimitsu disse. — Por causa dessa sua estética tão reduzida, sucinta, exata,…