Favorite films

  • The Lord of the Rings: The Return of the King
  • The Empire Strikes Back
  • Everything Everywhere All at Once
  • Django Unchained

Recent activity

All
  • ★★★★

  • Choose or Die

    ★★

  • The Wonder

    ★★★½

  • Watcher

    ★★★★

Recent reviews

More
  • The Wonder

    The Wonder

    ★★★½

    The Wonder, na Netflix, é um profundo olhar para o fanatismo e a cegueira religiosa. Durante os anos 1860, uma garota na Irlanda recebe a fama de estar há 4 meses sem se alimentar, um comitê convoca uma freira e uma enfermeira para, apenas, vigiar e relatar o que lá encontrava, e é com isso que o filme de Sebastián Lelio se mostra como um dos melhores do ano.

    É sobre ser cético a tudo que não é do olhar…

  • Watcher

    Watcher

    ★★★★

    Watcher consegue não ser apenas um Suspense, com aquele bom toque clássico, mas também um Terror que aborda temas que cercam a nossa sociedade atual todos os dias. Explorando os elementos do machismo, como a violência e o assédio sexual, o filme de Chloe Okuno é uma grata surpresa para todo o cinema no ano.

    Todo o arco da Julia (Maika Monroe), desde a primeira vez que vemos o suposto homem da janela até o último minuto de filme a…

Popular reviews

More
  • Black Panther: Wakanda Forever

    Black Panther: Wakanda Forever

    ★★★★

    Black Panther: Wakanda Forever é uma belíssima homenagem ao Chadwick Boseman e seu legado, tanto como Pantera Negra no MCU quanto como símbolo de combate ao preconceito e das comunidades negras desta Terra. Era uma missão quase impossível para Ryan Coogler, ele ainda iria precisar criar uma história própria para este filme, e claro, finalizar a tão polémica fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel.

    Wakanda Forever já começa com a morte de T’Challa, sem mostrar seu rosto, além de uma…

  • Blonde

    Blonde

    ★★

    São mais de 2h 40min sobre nada. Blonde é um filme desconjuntado, onde joga na tela elementos e ideias que nunca seram desenvolvidas, e se são em algum momento é sob o olhar machista que o diretor Andrew Dominik tem à Marilyn Monroe.

    A Ana de Armas é usada aqui, pelo Dominik, como simples peça de exibição, e por mais que ela consiga entregar alguns bons momentos, todo esse brilho é ofuscado por todo o resto que envolve o filme.…