Come and See ★★★★★

Não sei por que demorei tanto pra ver, sendo tão bem quisto e apontado por aí como obra-prima e filme definitivo sobre os horrores de uma guerra. Mas nada te prepara para o nível de perturbação que o jovem protagonista sente ao se deparar com a crueldade no meio do conflito, entrando nele quase que por acaso, quase que como de brincadeira. É mesmo difícil tentar expressar a potência do que as imagens representam em termos de tradução do horror causado por mãos humanas. O olhar de estupefação, dor e destruição interior do protagonista, imagem marcante do filme, diante de tudo que viu, é o reflexo exato da impotência diante da barbárie.